Uma mulher que não esboçava qualquer emoção tinha acabado deperder a filha de apenas 4 anos e foi justamente a reação dela que chamou a atenção da polícia. Vanessa Rodrigues da Silva, foi presa em flagrante por negligência nos cuidados com a filha.

A menina foi levada a upa da Rocinha pela mãe porque não conseguia respirar direito, mas a criança chegou na unidade já sem vida. Só que a desidratação e a desnutrição da menina, chamaram a atenção dos médicos e por isso a polícia foi acionada.

Segundo a delegada Flávia Monteiro que acompanha o caso, a criança tinha várias manchas rochas pelo corpo, várias escaras nas nádegas e pescoços, além do estado de desnutrição e desidratação.

Na delegacia a mãe tentou se justificar dizendo que havia notado que a criança estava evacuando a bastante tempo, mas que achava aquilo normal e nada fez. Aparentemente ela estava à procura de um tratamento no hospital, e que realmente ela estaria agendada para ser atendida naquela data, mas nem deu tempo de ser atendida.

O boletim de atendimento médico aponta a desnutrição, e que a mãe não ofereceu remédios ou não buscou assistencialismo e que a criança estava caquética, ou seja, muito fraca e com sinais de maus tratos. A menina nasceu com microcefalia e por isso tinha atraso no desenvolvimento motor e de fala, Vanessa tem outros três filhos que não apresentam qualquer sinal de maus tratos.

De acordo com Ezequiel, irmão de Vanessa, ela não maltratava os filhos dela e sempre cuidou dos filhos e dos pais. A polícia vai ouvir o depoimento de vizinhos, todos saíram em defesa de Vanessa. Uma delas chegou a declarar que nunca viu nenhum dos filhos de Vanessa sujo, embora fosse uma mãe que cuidava dos filhos sozinha, ninguém tinha o que se queixar.

O concelho tutelar acionado após a morte da criança e vistoriou a casa da família. Ela é uma mulher que teve duas perdas, perdeu a mãe a 1 ano e o pai a uns 3 meses, mas o que foi passado para todos os familiares que até em relação ao trato dos outros filhos é que ela é uma mãe afetuosa, dedicada, cuidadora, porém muito pobre, e moram em espaço pequeno com todos os filhos.

A justificativa da pobreza não convenceu a polícia que decidiu indiciar Vanessa por maus tratos com resultado morte, a pena varia de 4 a 12 anos de prisão. A delegada diz que terá que terminar de ouvir as testemunhas, os médicos que atestaram o laudo, ver o laudo do IML, encerrar e enviar para a decisão da justiça.

Brasil Investigações

A Brasil Investigações, através de seus Departamentos Operacional e Jurídico, vem oferecer serviços direcionados ao atendimento da classe advocatícia. Ao longo dos anos, percebemos a necessidade de aprimorar nossas habilidades e sistemas no sentido de atender às necessidades de advogados que lidam com causas cada vez mais complexas. Sendo assim, são diversas as situações que são objetos de demandas junto aos órgãos do Direito, cujas questões diariamente nossa empresa acolhe através de nossa Central de Atendimento. Entenda mais…

×