Casos raros e inusitados de Pênis Captivus

Coisas inusitadas acontecem diariamente e a todo tempo ao nosso redor, mas pessoas que tem o hábito de trair o conjugue, não conta com o inusitado quando o caso deveria ser totalmente sigiloso.

Um homem foi flagrado traindo sua esposa após ter sido socorrido por uma viatura em um hotel no Quênia. O queniano não esperava por essa, mas foi descoberto por sua esposa após ter ficado com seu órgão genital preso a uma mulher.

Em relatos a mulher era amante do homem e ambos eram hóspedes antigos de um hotel, onde tiveram que disparar um botão de emergência do quarto no exato momento em que fazia sexo e aos gritos de dor.

O queniano estava com o pênis preso dentro da mulher, que de acordo com pesquisas é um caso raro, chamado de “pênis captivus” ou “pênis preso”, que nada mais é do que o músculo da vagina que prende o pênis como um ato involuntário, ou seja, os músculos pélvicos se contrai fortemente durante o orgasmo prendendo o órgão genital do homem dentro da vagina da mulher.

Outra explicação também se dá é quando, durante a penetração, o órgão masculino incha paulatinamente graças ao intenso fluxo de sangue que permite a ereção. Se neste momento a mulher chegar ao orgasmo, os músculos do assoalho pélvico dela se contraem.

De acordo com os médicos, os órgãos genitais só conseguem se separar após a mulher conseguir relaxar esse músculo vaginal. O casal foi levado para a delegacia e a esposa do queniano foi avisada e foi assim que descobriu que seu marido a traia com uma de suas funcionárias.

A polícia e a imprensa local teve que conter a multidão que se aglomerou na porta do hotel por ficarem sabendo do caso raro e constrangedor do casal que ficaram presos ao fazer sexo. A polícia disparou um tiro para o alto no intuito de que a multidão se afastasse, mas ninguém ficou ferido.

Antes de passar por esse constrangimento de pegar o marido ou a esposa em um caso raro como esse, é melhor contratar um detetive particular. Pensando nisso, a Brasil Investigações age de forma sigilosa na coleta de provas que comprovam toda a ação. Entre em contato conosco e saiba de nossas condições.

Clique nas tags para ver outras páginas do site:

#Captivus #esposa #funcionária #queniano #traição
×