Denúncia de estupro em uma carta de suicídio

No Estado do Maranhão, a polícia prendeu duas pessoas após a filha do casal cometer suicídio, uma garota de 19 anos confirmou em uma carta os abusos sexuais sofridos por ela em sua própria casa pelo pai, e logo após suicidou.

Em relatos, Érica conta em detalhes todos os abusos sofridos desde a idade de 15 anos, dizendo que falou para sua mãe sobre o crime cometido pelo pai, Edmar de 46 anos, mas que a mãe, Rosinete de 40 anos não se importou e nem fez nada para mudar a situação de sua filha.

A polícia local então resolveu investigar o caso que comprovou as trocas de mensagens entre eles e executou um mandado de prisão.

O casal foi preso pelo crime de estupro e já foram encaminhados para um presídio, e lá aguardarão o julgamento, que além de ter perdido a filha, a mãe cumprirá pena juntamente com o marido acusado de estupro.

Quantas famílias estão sendo destruídas por abusos sexuais constantes vindo de pessoas próximas as vítimas, que se sentem de mãos atadas e não conseguem pedir ajuda?

Sabemos que os casos, assim como de Érica, acontecem a todo instante no Brasil e no mundo, mas até quando isso pode durar? Até quando ficaremos de boca fechada enquanto crianças, adolescentes e jovens estão vivendo momentos de terror dentro de seus próprios lares?

Sabemos que a mente de uma criança que sofre com esse tipo de problema é amplo em vinganças, além de ser uma porta de entrada pras drogas e vida sexuais precoces, além de prejudicar o desempenho escolar.

Por esse motivo salientamos que é de extrema importância a investigação e monitoramento dos filhos, e isso por lei, não é invasão de privacidade e sim, algo normal e natural de todos os pais que presam a vida saudável de seus filhos.

Se mediante a investigação, a irrelevância for maior, com certeza irá trazer alívio e satisfação para a família, mas si a relevância dos fatos for ao extremo, será possível tomar medidas preventivas, dando tempo de se preparar para lhe dar com tal situação da melhor forma.

a Brasil Investigações disponibiliza os serviços de monitoramento 24 horas por dia, saiba mais entrando em contato com nossa central de atendimento.

Clique nas tags para ver outras páginas do site:

#carta #detetive #estupro #Filhos #suicidio
×