Mercado Negro Lucrativo – Tráfico de Órgãos

O que muitos não sabem e nem imaginam é que o tráfico de órgãos é um mercado de crimes mais lucrativos se comparados as armas e drogas. Para se ter uma ideia, os países que são mais procurados em termos de turismo de transplantação são: Paquistão, Índia e na China, e com a procura, visam o comércio de transplante ilegal de órgãos.

Segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), em 2015, Portugal assinou uma convenção sobre o assunto, mas ainda não ratificou, ou seja, ainda não validou a convenção sobre o tráfico de órgãos.

Uma perita de Portugal disse que para ilustrar o caso dos doentes de classe alta, que entram nesses países para a compra de algum órgão que precisa para ser transplantado, eles vitimizam e abusam de pessoas de classe média baixa, que não tem estudos e que passam muita dificuldade financeira, e que não se importam em mutilar seu próprio corpo para vender algum órgão em troca de dinheiro por desespero.

De acordo com a segunda organização internacional, o crime de tráfico de órgãos está entre os dez crimes mais cometidos no ano de 2015, De 5% e 10% dos transplantes de rins, a maioria é realizada através do comércio ilegal de órgãos, variando no valor de 62 e 140 mil euros.

O tráfico de Órgãos humanos se tornou um mercado negro em expansão, e para tentar combater esse problema, em 2016 foi criada uma rede de pontos que focam a integração de peritos de 32 países, com o intuito de desenvolver uma investigação de qualquer lugar que possam estar traficando órgãos.

As mulheres estão entre as maiores vítimas do tráfico humano, destacando que o mundo globalizado não facilita o controle de qualquer tráfico, pelo contrário, as novas tecnologias são usadas como ferramenta para facilitar e potencializar o crime.

Assim como existem hacker e cracker, existe também a tecnologia utilizada para o bem, se você quiser conhecer melhor o nosso trabalho de Investigação e todas as tecnologias que utilizamos para auxiliar nas buscas, entre em contato se saiba mais.

Outras sugestões de publicação:

HACKER E CRACKER

CÂMERAS DE SEGURANÇA FLAGRAM BABÁS EM AÇÃO

PROVAS PARA UMA AÇÃO JUDICIAL

×