A profissão policial é uma das mais nobres que existe na sociedade, trata-se de um profissional cuja função é arriscar a própria vida para salvar a dos outros, por isso para ser um bom policial não basta só saber atirar ou lutar, tem que ter um olhar mais humano para com as pessoas.

Um certo policial deu uma aula de sensibilidade e humanidade, mas antes de comentar sobre o policial, falaremos sobre a vítima dele, uma garota que viveu uma infância bem complicada, que aos 9 anos teria presenciado todo tipo de violência e drogas dentro de casa.

A garota morava com seus dois irmãos mais novos e com sua mãe que era viciada em drogas e que praticamente abdicou de suas responsabilidades de cria-los. Mesmo que tão nova, tomou para si, quase que de forma involuntária a criação dos irmãos.

As dificuldades eram tantas que a garota chegou a roubar comida em uma conveniência perto de sua casa para que eles pudessem comer, apesar da vida difícil que levavam, como toda criança, ela conseguia enxergar os momentos de alegria em seus dias.

Um deles era quando via o policial em frente à sua casa, ela acenava ansiosamente para ele todos os dias, um afeto que era correspondido pelo policial. Com o tempo ele se aproximou mais da garota, dava doce a ela e seus irmãos. Com isso ele percebeu que a dinâmica da casa era um tanto quanto estranha.

Um determinado dia, o policial passou em frente a casa da garota e ela não saiu para acenar, foi a primeira vez que ela fez isso e praticamente um ano, ele pressentiu que algo estava errado, ele então entrou na casa da garota e viu que ela estava doente e gravemente desnutrida, e o que era pior, não havia nenhum responsável no local.

O policial a levou ao hospital onde foi tratada e depois disso a garota e seus irmãos foram colocados em custódia do estado. O policial perdeu o contato com a garota que acabou mudando para um estado diferente.

Enquanto crescia, a garota nunca esquecera do tratamento do policial que salvou sua vida. Da ultima figura adulta que confiou quando era criança, mas 20 anos depois o reencontro aconteceu. A garota e o policial se encontraram em um momento emocionante para ambos, o policial ficou feliz em saber que a garota estava bem, e ela estava muito grata em encontrar o seu herói cara a cara e poder agradecê-lo por salvá-la a décadas atrás.

Ela revelou que ele a inspirou para se tornar uma policial, a garotinha que a tempos foi resgatada, hoje resgata outras pessoas. Ela havia acabado de terminar o curso de formação e estava prestes a receber seu distintivo.

A garota, que agora se tornou uma mulher linda, o convidou para a cerimônia de posse do cargo público e pediu para que seu distintivo fosse colocado por ele, e assim foi feito. A garota só conseguia olhar para o policial com gratidão e respeito, pois ele é um herói que um dia salvou a sua vida.

Agora a mulher tem em mente, poder resgatar e salvar crianças que hoje passam por uma infância difícil, onde vivem em lares de violência, abusos, assédios e drogas. Faça como a garota da história real, ajude outras crianças que vivem em situações precárias, acione um Detetive Particular, para coletar provas concretas de vídeos, imagens e áudios que comprovam que a vítima esteja mesmo precisando de ajuda, para que órgãos responsáveis possam tomar providências para salvar vidas.

×