Violência Interpessoal e automutilação entre os jovens

Brasil Investigações - Detetive Particular > Blog do Detetive Particular > Detetive Particular > Violência Interpessoal e automutilação entre os jovens

A violência interpessoal está relacionada ao conceito de violência, que engloba desde o feminicídio, as agressões que relacionam gangues rivais, até o narcotráfico.

Os números de agressões, bullying, brigas, assassinatos, abusos sexuais, emocionais e violência entre parceiros, ultimamente tem se tornado uma situação preocupante nas famílias em todo o mundo.

 De acordo com relatórios policiais, as principais vítimas das violências homicidas no nosso país são de jovens. Jovens de 15 a 29 anos estão representando cerca de 26% da população brasileira, porém a participação na totalização de homicídios por arma de fogo é superior ao número de jovens que correspondem a 60%.

O restante da população de ambos os sexos está entre 10 e 19 anos, que estão morrendo por envolvimentos em acidentes de trânsito, afogamentos, infecções intestinais e respiratórias e suicídios.

O suicídio ou a morte por acidente, estão relacionadas a atitudes autodestrutivas, que está em terceiro lugar no ranking de mortalidade dos adolescentes. Mesmo que as condições econômicas estejam boas, como no caso da Europa, o suicídio é uma das principais causas de morte entre eles.

Citando a automutilação como um dos tipos de auto violência mais comum relatados pelo continente Europeu, sendo que 10% dos adolescentes cometem algum ato de violência contra si mesmo por algum motivo.

Um dos motivos mais comuns são das grandes frustrações e incerteza, onde adolescentes ainda inexperientes, tomam responsabilidades adultas, onde são obrigados de alguma forma a tomar conta de irmão menores, ou tem que trabalhar para ajudar no sustento da família.

Muitos abandonam os estudos por ter tarefas pesadas durante o dia, ou precisam se casar cedo, além de ter que praticar sexo por dinheiro por consentimento de algum adulto, principalmente os pais, para ajudar ou dar conta das necessidades financeiras para conseguir sobreviver.

Muitas meninas adolescentes acabam tendo uma gravidez indesejada, são vítimas de violências sexuais, contraem DST, sofrem de desnutrição e de transtornos mentais. E como previsto não existe um planejamento familiar, e os jovens e adolescentes vivem expostos aos riscos de morte precoce.

Grupo Brasil Investigações

Esses fatos e acontecimentos nos fazem sentir impossibilitados e vulneráveis mediante a diversos casos encobertos. Um abuso sexual ou uma violência interpessoal são considerados crimes, tanto por quem pratica quanto por quem não vê e não denuncia.

Contrate um detetive Particular se houver suspeitas em sua casa ou vizinhança.

×