O exame de DNA é realizado por um laboratório específico. Os materiais utilizados para o exame são: sangue, saliva, unha, exumação, preservativos, fios de cabelo, etc. Pode ser feito por irmãos, avós, tios, recém-nascidos, fetos ou por gestantes.

Essas amostras têm grande potencial por serem uma grande fonte de DNA, e são utilizadas para a realização do exame pelos quais são feitos uma série de análises.
O resultado mostra se os materiais colhidos tem o mesmo gene, apontando com precisão a compatibilidade dos genes onde podem chegar em até 99,9999% de precisão.

O Exame de DNA é solicitado por diversos casos, alguns exemplos são:

  • Mulheres que sofrem com as dúvidas frequentes de seu cônjuge a respeito da paternidade de seu filho;
  • Mães, que enfrentam críticas de parentes e vizinhos por desacreditar em suas palavras quanto à paternidade;
  • Mulheres que muitas das vezes não sabe onde o suposto pai biológico está para pedir o exame de DNA e registrar a criança;
  • Tem também aquela questão judicial que pode envolver os pais e os filhos, como por exemplo: pensão e solicitação de guarda;
  • Filhos que tem dúvida por algum motivo quanto a paternidade, e decide então pedir o exame de DNA;
  • Filhos adotivos que decidem procurar seus pais biológicos, no intuito de ter um vínculo futuro ou por outros interesses particulares.

Sabemos que são várias as possibilidades de uma solicitação de paternidade, caso tenha alguma dúvida de como proceder, entre em contato com a Brasil Investigações. Você pode contar com o auxílio dos nossos detetives, que estarão à sua disposição para sanar suas dúvidas e lhe ajudar da melhor forma possível.

×